As 9 Esposas do Rei Davi

mulheres de davi Biblia

O rei Davi foi um dos personagens mais importantes da história Sagrada, tanto que o próprio Jesus foi chamado 'Filho de Davi', tendo em vista uma aliança que Deus fizera com o rei na qual lhe foi prometido que sempre haveria um rei que descendesse dele. (2 Sm 7:16)


Isso se deu exatamente após Davi propor no coração construir um habitação para a arca da aliança.


MULHERES DE DAVI


Mical, filha de Saul era esposa de Davi, que ele comprara o dote mediante a morte de 200 filisteus. 


Depois Saul, intentando o mal contra ele, a deu a Palti quando Davi fugiu sob ameaça de Saul, no entanto, ele a mandou buscar quando se tornou Rei de Judá. (1 Sm 25:44 e 2 Sm 3:13)


Além dela Davi também tinha as seguintes esposas: Ainoã, a jezreelita ; Abigail, que era viúva de Nabal, o carmelita; Maaca, mãe de Absalão, Davi casara com ela mediante uma aliança que fizera com Talmai, rei de Gesur; além dessa tinha HagiteEglá, Abital e a última Bate-Seba


Quando já estava idoso trouxeram outra mulher para 'aquecer' o rei Davi, que se chamava 'Abisague', porém ele não a possuiu. (1 Re 1:3-5)


Filhos de Davi


O primogênito foi Amnom, de Ainoã, a jezreelita; o segundo, Quileabe, de Abigail, viúva de Nabal, o carmelita; o terceiro, Absalão, filho de Maaca, filha de Talmai, rei de Gesur; o quarto, Adonias, filho de Hagite; o quinto, Sefatias, filho de Abital; o sexto, Itreão, de Eglá e Salomão era filho de Bate-Seba (2 Sm 3:3-5)


Por que Davi tinha tantas mulheres?


Era costume que os reis das nações cananeias possuíssem muitas mulheres, isso era tão comum que foi assimilado sem escusas pela nação de Israel. 


Os casamentos com muitas esposas tinham em vista a formação de uma família grande que refletia a grandeza do reino, e em sua maioria eram fruto de alianças políticas com outros povos de maneira que o rei pudesse manter relações pacíficas com as nações ao redor. 


Mas havia ordens expressas de Deus deixadas por Moisés na lei, que desaprovavam essa prática. (Ver Dt 17:15-17)


Por a Bíblia não condenou a poligamia de Davi


A poligamia foi desaconselhada de forma geral, não era condenada diretamente na Bíblia em alguns aspectos. 


Era uma situação de certa forma tolerada, e por vezes até estimulada, tendo em vista todos os fatores culturais do contexto de época.


No entanto, pode-se constatar as consequências funestas na vida de Davi e de seus filhos dessa escolha errada, a família vivia em constante conflito com cada filho procurando a supremacia sobre os demais, tendo em vista os interesses materiais do reino. 


Isso foi prova suficiente do desagrado de Deus sobre os casamentos poligâmicos de Davi, apesar de não vermos repreensões diretas.


Jesus mesmo disse que Deus 'permitia' algumas coisas por causa da dureza do coração dos homens. (Mt 19:8)