3 Indivíduos mentirosos que se deram mal na Bíblia

a mentira na Biblia

A mentira é um dos artifícios mais usados nas relações sociais por aqueles que desconsideram os princípios morais da boa convivência, e é um dos pecados mais comuns que existem. 

Geralmente a mentira é complemento de outros pecados, por exemplo: quando alguém furta algo e é pego, mente para não ser punido. Ou quando alguém trai, e surge a suspeita sem provas, o traidor mente para defender a reputação.

A mentira não passará impune no juízo, no livro de Provérbios é dito:

"Seis coisas o SENHOR aborrece, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, coração que trama projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal, testemunha falsa que profere mentiras e o que semeia contendas entre irmãos." (Pv. 6:16-19)

Essa passagem menciona 2 vezes a mentira.

Nesse artigo vamos analisar 3 histórias de indivíduos mentirosos que se deram mal na Bíblia.

MENTIRA NA BÍBLIA


Essas são duas referências do antigo testamento e uma do novo testamento.

1 JEROBOÃO


Foi o primeiro rei de Israel depois do reino dividido, após a morte de Salomão. 

Ele foi prestigiado pela mensagem do profeta Aías que lhe transmitiu a sentença de Deus:

"Se ouvires tudo o que eu te ordenar, e andares nos meus caminhos, e fizeres o que é reto perante mim, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu serei contigo, e te edificarei uma casa estável, como edifiquei a Davi, e te darei Israel." (2 Reis 11:38)

Jeroboão poderia ter sido um bom rei, mas foi rebelde e desobediente, sendo com isso, rejeitado por Deus.

Pensava poder colocar o filho mais velho como seu sucessor, mas este adoeceu. 

Como Jeroboão não contava com a simpatia do profeta devido sua conduta desregrada, procurou engana-lo mandando sua esposa consulta-lo utilizando-se de um disfarce, sabendo que o profeta estava cego e poderia, quem sabe, ser ludibriado a dar-lhe um parecer favorável.

A estratégia foi inútil, pois Deus revelou a Aías essa dissimulação e antes mesmo da mulher chegar ele já sabia que era ela, e a inquiriu nesses termos:

"6 Ouvindo Aías o ruído de seus pés, quando ela entrava pela porta, disse: Entra, mulher de Jeroboão; por que finges assim? Pois estou encarregado de te dizer duras novas.7 Vai e dize a Jeroboão: Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Porquanto te levantei do meio do povo, e te fiz príncipe sobre o meu povo de Israel,8  e tirei o reino da casa de Davi, e to entreguei, e tu não foste como Davi, meu servo, que guardou os meus mandamentos e andou após mim de todo o seu coração, para fazer somente o que parecia reto aos meus olhos;9  antes, fizeste o mal, pior do que todos os que foram antes de ti, e fizeste outros deuses e imagens de fundição, para provocar-me à ira, e me viraste as costas;10  portanto, eis que trarei o mal sobre a casa de Jeroboão, e eliminarei de Jeroboão todo e qualquer do sexo masculino, tanto o escravo como o livre, e lançarei fora os descendentes da casa de Jeroboão, como se lança fora o esterco, até que, de todo, ela se acabe.11  Quem morrer a Jeroboão na cidade, os cães o comerão, e o que morrer no campo aberto, as aves do céu o comerão, porque o SENHOR o disse.12  Tu, pois, dispõe-te e vai para tua casa; quando puseres os pés na cidade, o menino morrerá.13  Todo o Israel o pranteará e o sepultará; porque de Jeroboão só este dará entrada em sepultura, porquanto se achou nele coisa boa para com o SENHOR, Deus de Israel, em casa de Jeroboão.14  O SENHOR, porém, suscitará para si um rei sobre Israel, que eliminará, no seu dia, a casa de Jeroboão. Que digo eu? Há de ser já." (1 Re 14:6-14) 

Foi triste o fim de Jeroboão, tudo isso por ter se apostatado da fé verdadeira, e ainda por último ter ousado tentar enganar o profeta de Deus.

2 GEAZI


Geazi foi um rapaz escolhido para auxiliar o profeta Eliseu, também poderia ter tido um futuro promissor, talvez como sucessor do profeta. Mas não se mostrou apto para a tarefa, o seu fim foi trágico por que também usou do expediente da mentira.

Isso ocorreu no tempo em que Naamã procurou Eliseu a fim de ser curado de lepra, alcançou a graça mergulhando 7 vezes no rio Jordão e pensava poder pagar pelo milagre com ricos presentes, porém Eliseu rejeitou sua oferta, não poderia perder a oportunidade de ensinar uma lição valiosa sobre a graça de Deus com isso.

Mas Geazi acabou demonstrando um detestável traço de caráter que lhe acarretou graves prejuízos, acreditou que Eliseu cometeu um erro em rejeitar a oferta do general tendo em vista que viviam em condição humilde, uma simples barra de ouro poderia melhorar em muito a situação deles. 

Mas seu raciocínio não tinha amparo na palavra de Deus.

Correu atrás de Naamã e mentiu dizendo que Eliseu recebera visitas e que por isso precisava de uma ajuda para a cortesia com os hóspedes, pegou o que quis, voltou e escondeu. Depois entrou na presença de Eliseu como se nada tivesse acontecido, mas foi interrogado de uma forma perturbadora:

"... Perguntou-lhe Eliseu: Donde vens, Geazi? Respondeu ele: Teu servo não foi a parte alguma.  Porém ele lhe disse: Porventura, não fui contigo em espírito quando aquele homem voltou do seu carro, a encontrar-te? Era isto ocasião para tomares prata e para tomares vestes, olivais e vinhas, ovelhas e bois, servos e servas? Portanto, a lepra de Naamã se pegará a ti e à tua descendência para sempre. Então, saiu de diante dele leproso, branco como a neve". (2 Re 5:25-27)

Esse foi o resultado de querer o bem que não lhe pertencia, acabou recebendo o mal que não queria.

3 ANANIAS E SAFIRA


Esse casal acabou pagando caro por uma falsidade cometida em comum acordo acerca de um terreno vendido, e que deveria ser doado.

A história está registrada no livro de Atos do Apóstolos, e ocorreu no princípio da igreja com as apóstolos. Naquela ocasião todos viviam em comunidade, e muitos estavam vendendo suas propriedades e depositando o valor das mesmas aos pés dos discípulos para o sustento da igreja em conjunto.

Ananias e Safira decidiram então vender sua propriedade, mas antes de levarem a quantia para o lugar definido, acharam por bem guardar uma parte em casa, já que ninguém sabia mesmo o valor exato da venda.

Isso não passou despercebido, pois foi revelado a Pedro a atitude dissimulada do casal, como também a mentira feita contra Deus:

"Então, disse Pedro: Ananias, por que encheu Satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, reservando parte do valor do campo? Conservando-o, porventura, não seria teu? E, vendido, não estaria em teu poder? Como, pois, assentaste no coração este desígnio? Não mentiste aos homens, mas a Deus. Ouvindo estas palavras, Ananias caiu e expirou, sobrevindo grande temor a todos os ouvintes." (Atos 5:4,5)

O mesmo ocorreu com a esposa em seguida, e foram de imediato sepultados.

Isso foi um ato de Juízo iminente para produzir respeito e temor nos membros para com a igreja primitiva. 

A mesma falsidade ocorre hoje em dia em muitos lugares sem a devida punição, mas um dia tudo será passado a limpo, e quem usou desse expediente haverá de prestar contas diante de Deus, onde o veredicto não será menos rigoroso.

Outros personagens bíblicos que mentiram:


Jacó: O próprio nome Jacó significa: 'Enganador', stigma herdado por esse que enganou o próprio paí, se passando pelo irmão. Mas depois ele se arrependeu e se tornou um patriarca respeitado. (Ver Ge. 27)

Sifrá e Puá: Eram duas parteiras responsáveis pelo nascimento dos hebreus no Egito, e que por ordem de Faraó deveriam matar as crianças do sexo masculino, como não fizeram isso disseram a Faraó que quando chegavam para fazer os partos, as crianças já haviam nascido e sumido.

Acã: Quando furtou objetos na cidade de Jericó e escondeu em sua barraca, trazendo com isso grande perturbação para o exército de Israel. (Ver Josué 7)

Sansão: Quando disse a Dalila que o segredo para derrota-lo estava na forma de ser amarrado.

O detalhe é que enquanto Sansão mentiu estava tranquilo, mas quando disse a verdade, se deu mal.

Raabe: Essa foi uma personagem bíblica que mentiu e foi elogiada por isso, por que por sua mentira os espias foram salvos, inclusive ela casou com um deles e se tornou uma ancestral de Cristo. (Ver Heb. 11:31 e Mt. 1)

Pedro: Mentiu dizendo que não conhecia a Cristo e inclusive 'praguejou' para confirmar a negativa (Mt 26:74)

As mentiras de Sifrá e Puá, assim como a de Raabe são tidas como atos honestos por que tinham o intento de preservar vidas, talvez essa seja a excludente que permite um crente mentir e passar sem culpa.

CONCLUSÃO


Jesus disse que o Diabo é o pai da mentira (Jo. 8:44), e que o Espírito Santo é o Espírito da Verdade (Jo. 16:13). Os mentirosos serão excluídos da Nova Jerusalém (Ap. 22:15), por isso quem tem esse costume de mentir, é bom ir desaprendendo se quiser entrar no céu.