O que é o decreto dominical e quando ocorrerá?

Decreto dominical

O decreto dominical será um evento futuro, mas como tudo na história, Deus já nos preveniu para estarmos preparados quando ocorrer. A Bíblia nos adverte que: 'Certamente, o SENHOR Deus não fará coisa alguma, sem primeiro revelar o seu segredo aos seus servos, os profetas' (Amós 3:7). 

Nesse artigo nós responderemos as seguintes perguntas:

- O que é o decreto dominical
- Quando ocorrerá
- Que relação tem com a marca da besta
- Como escapar desse decreto

As respostas para todas essas perguntas nós buscaremos na palavra de Deus e no Espírito de Profecia, e você poderá constatar na história e nos próprios acontecimentos atuais a iminência desse acontecimento que marcará o mundo para sempre.


O QUE É O DECRETO DOMINICAL?


A Bíblia apresenta o sábado como dia sagrado desde a criação, porém existe uma grande controvérsia no mundo protestante atual sobre a validade desse mandamento, e a grande maioria dos evangélicos substituiu a guarda do sábado pelo domingo sob o argumento da ressurreição de Cristo, costume esse herdado da igreja católica, e essa afirma que a tradição é o fundamento da mudança.

Portanto essa mudança não têm apoio nas escrituras, como o próprio Cristo afirmou:

'Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir.' (Mt 5:17)

O Apóstolo João é ainda mais enfático:

'Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade.' (1 João 2:4)

A Bíblia também afirma que o diabo é pai da mentira (Jo 8:44), portanto é do diabo a ideia de que o mandamento de Deus acerca do sábado seja desconsiderado.

"Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque, em seis dias, fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há e, ao sétimo dia, descansou; por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou". (Ex:20:8-11)

IRONIA

O decálogo é a palavra usada para designar os 10 mandamentos da lei de Deus, 8 mandamentos começam com a palavra 'não', e é irônico o fato de que o mandamento do Sábado em Êxodo 20:8 é o único dos 10 mandamentos que começa com a palavra 'lembra-te', pois é justamente esse que as pessoas fazem questão de 'esquecer'.

O decreto dominical portanto anuncia um tempo em que as leis humanas instituirão o domingo como dia sagrado em lugar do sábado bíblico, será uma versão do antigo decreto promulgado por Constantino de Roma em 7 de março do ano 321, no chamado Édito de Constantino.

SAIBA MAIS

- 12 Razões para guardar o Sábado
- Quem guarda o Sábado está debaixo da Graça 

QUANDO OCORRERÁ?


Essa profecia não estipula uma data específica, mas fala acerca do cenário social e político que o antecederá.

O mais impressionante é que tudo isso será feito sob uma perspectiva cristã, os Estudos Unidos da América, país protestante figurará como o responsável por promulgar essa lei não apenas infringindo a todos a guarda do domingo em honra da família, como obrigará a todos a transgredir o sábado, sob a penalidade de serem proibidos de comprar e de vender.

Esse evento é descrito no Apocalipse:

"... para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome." (Ap 13:17)

É A MARCA DA BESTA?


A marca da besta diz respeito a uma condição de opressão econômica e religiosa no tempo futuro, e será algo fruto da união entre igreja e estado sob a égide da nova ordem mundial.

"A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome." (Ap. 13:15,16)

O cenário é esse:

'Quando as principais igrejas dos Estados Unidos, ligando-se em pontos de doutrinas que lhes são comuns, influenciarem o Estado para que imponha seus decretos e lhes apoie as instituições, a América do Norte protestante terá então formado uma imagem da hierarquia romana, e a aplicação de penas civis aos dissidentes será o resultado inevitável'. (EGW O Grande Conflito p.445)

Veja Também:

- O Sábado e o Domingo no tempo do Fim

'Mediante os dois grandes erros - a imortalidade da alma e a santidade do domingo - Satanás há de enredar o povo em suas malhas. Enquanto o primeiro lança o fundamento do espiritismo, o último cria um laço de simpatia com Roma. Os protestantes dos Estados Unidos serão os primeiros a estender as mãos através do abismo para apanhar a mão do espiritismo; estender-se-ão por sobre o abismo para dar mãos ao poder romano; e, sob a influência desta tríplice união, este país seguirá as pegadas de Roma, desprezando os direitos da consciência'. (IDEM p.588)

Então o domingo é a marca da Besta?

Ainda não, por que não existem leis impondo sua observância, quando essas leis forem postas em vigor, ou seja, quando o decreto dominical for aprovado, aí sim, guardar o domingo implicará em receber a marca da besta.

E os que se recusarem serão tidos como inimigos do bem e da ordem, assim como Elias foi chamado de 'perturbador de Israel' (1 Re 18:17)

O QUE EU FAÇO?


Recomendo que leia o livro 'O Grande Conflito' que trata minuciosamente desse tema, debruçando sob os acontecimentos passados, presentes e futuros de forma impressionante e reveladora.

O preparo necessário para hoje fica acerca da necessidade de mudar-se para o campo o quanto antes, tendo em vista que a aprovação do decreto dominical imergirá o mundo na maior crise já vista na terra, a única segurança para o povo de Deus estará na fuga para as montanhas.

SLIDES


FILME ÚLTIMA BATALHA




CONCLUSÃO


Você conferiu aqui o que é o decreto dominical e quando ocorrerá, o que achou desse assunto? Desse sua opinião nos comentários abaixo e prepare-se para o tempo do fim.

ESTUDE MAIS


- 5 Razões para sair das cidades
- Pessoas proibidas de comprar e vender