4 Evidências que o arcanjo Miguel é Jesus

arcanjo miguel jesus

A igreja Adventista identifica o anjo Miguel como sendo uma manifestação de Jesus, alguns teólogos também apoiam essa ideia, ou no mínimo, não a rejeitam totalmente, entre eles, Calvino.

Essa é uma questão digamos, de pequena relevância moral, tendo em vista que é uma visão de interpretação doutrinária que pouco afeta a forma como você e eu servimos a Deus. Diz respeito apenas à compreensão de alguns detalhes interpretativos das escrituras, mas que têm sua importância.

O Arcanjo Miguel é citado 5 vezes na Bíblia. 3 em Daniel, 1 em Judas e 1 no Apocalipse. Confira:




4 EVIDÊNCIAS


Veja agora as 4 evidências que o arcanjo Miguel é Jesus

1 JESUS VENCE O CONFLITO


Na Bíblia Miguel sempre aparece quando há um contexto de disputa, ou batalha espiritual:

Daniel 10:13  

"Mas o príncipe do reino da Pérsia me resistiu por vinte e um dias; porém Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu obtive vitória sobre os reis da Pérsia."

Daniel 10:21  

"Mas eu te declararei o que está expresso na escritura da verdade; e ninguém há que esteja ao meu lado contra aqueles, a não ser Miguel, vosso príncipe."

Daniel 12:1  

"Nesse tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, o defensor dos filhos do teu povo, e haverá tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, será salvo o teu povo, todo aquele que for achado inscrito no livro."

Daniel identifica Miguel como príncipe mas isso não significa rebaixamento da divindade de Jesus, tendo em vista que também em Isaías 9:6 a profecia chama Cristo de 'Príncipe da paz';

Na Bíblia, Jesus também é chamado de cordeiro e leão, e isso em nada rebaixa sua posição, refere-se apenas a títulos em contextos diferentes. 

2 JESUS EXPULSA O DIABO



Apocalipse 12:7 

"Houve peleja no céu. Miguel e os seus anjos pelejaram contra o dragão. Também pelejaram o dragão e seus anjos"


Quando o diabo rebelou-se no céu, o principal motivo teria sido o fato de Miguel/Jesus, ter sido entronizado acima dele.

A própria palavra Miguel significa 'Quem é semelhante a Deus', que é bastante sugestivo tendo em vista que o diabo intenta ser 'semelhante ao altíssimo' (Is 14:14)

3 JESUS RESSUSCITA MOISÉS


Judas 1:9  

"Contudo, o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo e disputava a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a proferir juízo infamatório contra ele; pelo contrário, disse: O Senhor te repreenda!"

Ellen White explicando essa passagem fala:

"Moisés passou pela morte, mas Cristo desceu e lhe deu vida antes que seu corpo visse a corrupção. Satanás procurou reter o corpo, pretendendo-o como seu; mas Miguel ressuscitou Moisés e levou-o ao Céu. Satanás maldisse amargamente a Deus, acusando-O de injusto por permitir que sua presa lhe fosse tirada; Cristo, porém, não repreendeu a Seu adversário, embora fosse por sua tentação que o servo de Deus houvesse caído. Mansamente remeteu-o a Seu Pai, dizendo: "O Senhor te repreenda."  (Primeiros Escritos EGW Pag 164)


 CRISTO ASSUMIU A FORMA DE ANJO



Assim como Jesus se fez ser humano, também assumiu a forma de anjo no antigo testamento.

Antes de aparecer como filho do homem (Mt. 11:19) Jesus aparece na Bíblia como o Anjo do Senhor, como por exemplo em Ex. 3, na passagem da sarça.

No versículo 2 é dito que enquanto Moisés apascentava os rebanhos no deserto...

"Apareceu-lhe o Anjo do SENHOR numa chama de fogo, no meio de uma sarça;"

Logo depois, o verso 4 diz:

"Vendo o SENHOR que ele se voltava para ver, Deus, do meio da sarça, o chamou e disse: Moisés!"

Ou seja, o anjo do Senhor, na verdade era Deus. Que nesse contexto identifica-se com a manifestação de Cristo no antigo testamento. 

Tendo em vista que ele não tinha ainda esse nome, por que só o recebeu como título na profecia de Daniel 9:25, ali era Jesus em uma manifestação que a Bíblia identifica como angelical.

Na trajetória do Êxodo hebraico Jesus aparece diversas vezes de forma tipológica no cerimonialismo do santuário, na rocha de onde saía água:

"... e beberam da mesma fonte espiritual; porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia. E a pedra era Cristo." (1 Coríntios 10:4)

E na nuvem que guiava o povo, essa evidência de que esse anjo era de fato Cristo está em Êxodo, quando Deus dirigi-se a Moisés e diz:

"Eis que eu envio um Anjo adiante de ti, para que te guarde pelo caminho e te leve ao lugar que tenho preparado. Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não te rebeles contra ele, porque não perdoará a vossa transgressão; pois nele está o meu nome." (Êxodo 23:20,21)

Esse anjo só pode ser Cristo por que Isaías cita:

"Eu sou o SENHOR, este é o meu nome; a minha glória, pois, não a darei a outrem" (Isaías 42:8 )

Se Deus não pode dar seu nome a outro, o anjo de êxodo que leva o nome de Deus só pode um ser divino, mas que mesmo sendo divino e tendo o poder de perdoar e condenar, é chamado de anjo. 

É nesse contexto que Jesus assume o papel de anjo. 

ARGUMENTOS CONTRA


Veja agora a resposta a alegação contrárias ao fato de Miguel não ser Jesus:

1 Miguel não reprendeu Satanás - Em Judas 9 Miguel não enfrentou Satanás, mas disse: 'O Senhor te repreenda'.

RESPOSTA: Cristo, mesmo sendo Deus, não respondeu ao diabo da mesma forma: não se rebaixou ao ponto de proferir palavras de difamação a satanás (ver contexto), mesmo falando com autoridade. 

A natureza perfeita de Cristo não permite que Ele faça uso do mesmo comportamento que o inimigo (proferir palavras malignas, juízo infamatório, como diz o texto (compare-o com Filipenses 2:5-8).

Em certa ocasião mencionada no livro de Jó, Deus Pai, mesmo sendo Todo-poderoso, não optou por expulsar de vez Satanás de Sua presença e nem mesmo o repreendeu!* (ler Jó 1:6-12).

CONCLUSÃO


Você conferiu aqui 4 evidências que o arcanjo Miguel é Jesus, o que achou dessa explicação? deixe um comentário abaixo com sua opinião. Para mais aprofundamento acesse esse artigo* Bíblia Fácil da Novo Tempo.